4 dicas para evitar o atraso de pagamento e controlar as finanças!

O atraso de pagamento só traz prejuízos para o bolso da pessoa física e para o caixa da pessoa jurídica. Isso porque essa falta de controle das finanças ocasiona a incidência de multas e juros que são acrescidos ao valor da dívida. E a dor de cabeça não para por aí: você ainda corre o risco de ter seu CPF ou CNPJ negativado.

Para evitar que isso aconteça, neste post vamos dar algumas dicas simples e eficientes para que você consiga evitar atrasos de pagamento. Leia até o fim e saiba como afastar-se desse problema!

1. Manter um controle financeiro

Para que você mantenha diferentes aspectos do seu cotidiano funcionando de uma boa maneira, é preciso ter atenção e cuidado. Ou seja, para ter saúde bucal, é necessário escovar os dentes diariamente. Para ter higiene, você deve tomar banho todos os dias. E para cuidar da saúde do corpo, você vai ao médico com certa regularidade.

A sua vida financeira funciona da mesma forma. Você precisa estar atento, ter consciência e zelo com os números que compõem as suas finanças. Para isso, deve-se saber o quanto entra e sai da conta bancária, quais são os gastos e quais são as receitas. Afinal, deixar de ter esse tipo de controle é a receita perfeita para o desequilíbrio financeiro.

Sendo assim, tenha o costume de fazer o acompanhamento contínuo e constante das suas finanças.

2. Organizar as contas a vencer

Quando você sabe a data de vencimento de cada conta, é muito mais simples evitar o atraso de pagamento e fazer o controle financeiro. Então, procure separar os seus pagamentos de modo a organizá-los por ordem de vencimento, para que você tenha a quantia necessária no dia que precisar.

A maneira como você fará esse controle é bastante particular e varia de pessoa para pessoa. Mas temos uma dica que serve para todo mundo: disponibilize na sua conta corrente, semanalmente, um valor que baste para arcar com as faturas a serem pagas naquele período, somando ao dinheiro que precisa para o seu dia a dia.

Dessa forma, você conseguirá minimizar o risco de não ter recursos suficientes para arcar com seus pagamentos no final do mês.

3. Usar um aplicativo de gestão de boletos

A tecnologia é a melhor aliada de um controle financeiro bem feito, pois traz praticidade, agilidade e diminui a chance de esquecimentos. Hoje em dia, existem várias plataformas que ajudam a fazer o monitoramento das suas despesas, permitindo que você visualize facilmente a distribuição das suas finanças. Com esse tipo de ferramenta, fica muito mais simples evitar pagamentos atrasados.

4. Separar as contas por prioridade

Obviamente, o cenário ideal é aquele no qual você consegue pagar todas as suas contas sempre na data certa. Só que nem sempre isso é possível, seja por esquecimento, desorganização ou falta de dinheiro.

Quando isso acontecer, separe suas contas por prioridade. Assim, você poderá privilegiar, em primeiro lugar, as contas básicas, como água e luz. Em seguida, gastos com moradia, como aluguel, por exemplo. Depois, a fatura do cartão de crédito, que pode se tornar um grande problema quando paga em atraso, por causa dos seus juros altos.

Neste post, mostramos para você que algumas boas práticas simples e fáceis de serem aplicadas no seu dia a dia são uma grande ajuda para manter o orçamento em dia, trazendo vários benefícios, como evitar gastar dinheiro à toa com multas e juros, além de manter seu CPF ou CNPJ no cadastro positivo.

Agora que você já tem esse conhecimento, compartilhe esse post nas suas redes sociais para seus amigos conhecerem as dicas de como evitar o atraso de pagamento!